Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
BOLETIM OLÍMPICO DO DIA 31 DE JULHO
31/07/2021 17:08 em Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Imagem: CBT

A Rádio Plural te deixa por dentro dos principais esportes Olímpicos. Confira abaixo tudo que ocorreu na madrugada e manhã do oitavo dia dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020:

 

Futebol Masculino

Na manhã deste sábado (31), a Seleção Brasileira venceu o Egito por 1 a 0 pelas quartas de final, com gol de Matheus Cunha. Com o resultado, nossa seleção está classificada para a semifinal e enfrentará o México, velho conhecido do Brasil. Cabe lembrar que Brasil e México fizeram a final das Olimpíadas de Londres em 2012, com vitória dos mexicanos naquela ocasião.

 

Outros resultados:

Coréia do Sul 3x6 México

Japão 0 (4x2) 0 Nova Zelândia

Espanha 5x2 Costa do Marfim

 

 

Tênis

A dupla brasileira, Luisa Stefani e Laura Pigossi, entrou em quadra contra as russas Elena Vesnina e Veronika Kudermetova na disputa pelo bronze. Foi um jogo muito difícil. As brasileiras perderam o primeiro set por 6 a 4, mas se reergueram e venceram o segundo também por 6 a 4. A partida ficou emocionante no desempate: as russas abriram 9 a 5 e tiveram quatro match points. Mas as brasileiras não se abalaram, buscaram o resultado e venceram por 11 a 9, conquistando a primeira medalha do Brasil na história do tênis!

 

Outros resultados:

Final do individual feminino:

Ouro: Suíça

Prata: República Tcheca

Bronze: Ucrânia

 

Individual masculino:

Bronze: Espanha

 

Duplas mistas:

Bronze: Austrália (WO)

Djokovic alegou uma lesão no ombro esquerdo, desistindo da luta pelo bronze.

 

 

Tiro com Arco

Na disputa das oitavas de final, infelizmente o brasileiro Marcus D’Almeida acabou perdendo para o italiano Mauro Nespoli por 6 a 0 e teve que deixar a competição. Nespoli, no entanto, seguiu até o final e conseguiu ganhar a medalha de prata, ao competir com o turco Mete Gazoz, que levou a medalha de ouro para a casa por um placar de 6 a 4. Na disputa pelo bronze, quem venceu foi o japonês Takaharu Furukawa por um placar de 7 a 3, ao disputar com Chih-Chun Tang, do Taipei.

 

 

Tiro Esportivo

No tiro esportivo, a grande final da modalidade trap, com times mistos, foi histórica. A dupla espanhola, formada por Fátima Galvez e Alberto Fernandez, conquistou o ouro ao marcar 41 pontos. Mas os destaques do dia foram os atiradores Alessandra Perilli e Gian Marco Berti. A medalha de prata, conquistada pela dupla, fez de San Marino o menor país a ganhar uma medalha na história das Olimpíadas. O bronze ficou com a dupla estadunidense Madelyn Ann Bernau e Brian Burrows.

A modalidade rifle de 50 metros 3 posições, na categoria feminina, foi vencida pela suíça Nina Christen (Nina Cristen), que também estabeleceu o novo Recorde Olímpico ao marcar 463.9 pontos. O segundo e o terceiro lugar foram ocupados por atletas do Comitê Olímpico Russo: Yulia Zykova conquistou a prata, enquanto Yulia Karimova conquistou o bronze.

 

 

Handebol Feminino

Em mais uma partida apertada, as brasileiras perderam para a Suécia por 34 a 31. O confronto contou com um bom primeiro tempo, chegando a abrir cinco pontos de vantagem, mas, na etapa complementar, o time perdeu o ritmo e chegou a ficar mais de dez minutos sem marcar um gol, sofrendo a virada posteriormente. Agora, as meninas do Brasil devem vencer a França para conseguir se classificar para as quartas de final.

 

Outros resultados:

Grupo A 

Montenegro 28x26 Coreia do Sul

Angola 28x25 Japão

Noruega 29x27 Países Baixos 

 

Grupo B 

ROC (Rússia) 28x27 França

Hungria 29x25 Espanha

 

Grupo C:

Comitê olímpico Russo 3x0 Estados Unidos

Turquía 3x0 Argentina

 

 

Vôlei de Praia

Ana Patrícia e Rebecca perderam para as norte-americanas Kelly Claes e Sarah Sponcil por 2 sets a 1, mas estão classificadas para a próxima fase da competição. O primeiro set foi bem disputado, ponto a ponto, e Ana e Rebecca ganharam. No segundo, a dupla norte-americana cresceu e dominou o set, vencendo. Kelly e Sarah venceram o terceiro e levaram a vitória.

 

Outros resultados:

Letônia 2 x 0 Kenya

Japão 0 x 2 Alemanha

Letônia 0 x 2 México

ROC 2 x 1 República Tcheca

Japão 0 x 2 Espanha

Holanda 0 x 2 Cuba

Polônia 1 x 2 Espanha

Chile 2 x 0 Suíça

 

 

Basquete

No basquete, os Estados Unidos conseguiram a primeira vitória convincente desde o início da jornada olímpica. Liderada por Kevin Durant, a seleção estadunidense venceu a República Tcheca por 119 a 84. Outro destaque norte-americano foi o jovem armador Jayson Tatum, que marcou 27 pontos - a maior marca de um jogador estadunidense até aqui. A seleção francesa, outra grande favorita à medalha de ouro, venceu o Irã por 79 a 62. O destaque da partida, no entanto, foi o experiente pivô iraniano Hamed Haddadi, que conseguiu um duplo-duplo ao marcar 18 pontos e 12 rebotes.

 

Outros resultados:

Itália 80 x 71 Nigéria;

Austrália 86 x 79 Alemanha.

 

 

Ciclismo BMX Freestyle

O BMX freestyle teve a sua estreia nas Olimpíadas. A fase semifinal aconteceu nesta sexta-feira (30). Nenhum brasileiro competiu em nenhuma das categorias da fase preliminar do feminino e masculino. Nove atletas se classificaram para a final, sendo os três melhores na classificação: o australiano Logan Martin, em primeiro, com o tempo de 90.97; o japonês Rimu Nakamura com 87.67, em segundo; e, em terceiro, o venezuelano Daniel Dhers com 85.10.

No feminino, nove atletas se classificaram, sendo as três primeiras: Hannah Roberts, que chegou no tempo de 87.70; Perris Benegas com 86.50, dos Estados Unidos; e Nikita Ducarroz, da Suíça, que chegou em 83.55. 

A final acontecerá neste sábado, feminino às 22h10, e masculino às 22h30.

 

 

Boxe

Wanderson Oliveira é o novo representante do Brasil nas quartas de final do boxe olímpico. O pugilista brasileiro conseguiu a classificação após uma luta disputada com o representante de Belarus, Dzimitry Asanou, pelo peso leve, saindo com a vitória pelo placar de 3 a 2. Ele é o quinto lutador tupiniquim a alcançar tal fase da competição, e, agora, enfrenta o cubano Andy Cruz, em busca da medalha.

 

Outros resultados:

Garside (AUS) venceu Jonas (NAM)

Safiullin (CAZ) venceu Narimatsu (JAP)

 

 

Natação

Na modalidade nado borboleta de 100m masculino, a medalha de ouro foi para o americano Caeleb Dressel, por um tempo de 49.45 segundos, garantindo a ele o título de novo recorde mundial. A medalha de prata foi para o húngaro Kristof Milak, que obteve o novo recorde europeu, e a de bronze para o suíço Noe Ponti.

Na modalidade nado de costas de 200m feminino, a medalha de ouro foi para a australiana Kaylee McKeown, por um tempo de 2:04.68 minutos. Em segundo lugar, com a medalha de prata, ficou a canadense Kylie Masse, e, em terceiro, com o bronze, levando mais uma medalha para Austrália, Emily Seebohm.

Na modalidade nado estilo livre de 800m feminino, o ouro foi para a dona do atual recorde mundial, Kathleen Ledecky, por um tempo de 8:12.57 minutos, sendo o seu recorde de 8:04.79 minutos. A medalha de prata foi para a australiana Ariarne Titmus, e a de bronze para a italiana Simona Quadarella.

Na modalidade revezamento de 4x100m mista, a medalha de ouro foi para a Grã-Bretanha, por seu tempo de 3:37.58 minutos, que se tornou o novo recorde mundial. A prata ficou para a China, e, em terceiro lugar, com a medalha de bronze, ficou a Austrália.

 

 

Atletismo

No atletismo, o brasileiro Thiago Braz, atual campeão olímpico do salto com vara, se classificou para a decisão da modalidade em Tóquio e irá tentar o bicampeonato olímpico na próxima terça-feira (3).

Nos 100 metros rasos, o velocista Paulo André Camilo terminou a corrida classificatória na terceira posição, marcando o tempo de dez segundos. O brasileiro disputará no domingo uma vaga para a grande final da modalidade.

No lançamento de disco, Izabela da Silva conseguiu a classificação para as finais com um arremesso de 61.52m.

Já no salto em distância, infelizmente, os atletas brasileiros não conseguiram avançar às finais. Samory Fraga anotou 7,88 metros em seu primeiro salto, menos de um metro de distância para a marca classificatória, de 8,15m.

O outro representante brasileiro, Alexandro Melo, queimou duas de suas três tentativas. No último salto, marcou a distância de 6,95m.

O atletismo fez, neste segundo dia de competições, os seus primeiros medalhistas. No lançamento de disco, categoria masculina, o sueco Daniel Stahl conquistou o ouro ao conseguir um arremesso de 68.90 metros. No revezamento 4x400 misto, os atletas da Polônia conquistaram a medalha dourada ao terminar a prova em 3:09 minutos, novo recorde olímpico da modalidade.

Por fim, a prova feminina dos 100 metros rasos foi amplamente dominada pelas atletas jamaicanas, que conquistaram todos os três lugares do pódio. O ouro ficou com a velocista Elaine Herah-Thompson, que venceu a distância em dez segundos e 61 milésimos, estabelecendo o novo recorde olímpico.

 

 

 

Por: Adolfo Morais, Beatriz Granha, Davi Guimarães, Érika Vicentini, Ian Candido, Laura Borges, Luan Lima, Maria Fernanda Viana e Pedro Henrique

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!