Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
EM RETA FINAL DA CPI DA COVID, SENADORES DEDICARAM REUNIÃO A ESCUTAR VÍTIMAS DA PANDEMIA
19/10/2021 20:13 em Café com Plural

Foto: Roberto Stuckert Filho

Nesta segunda-feira (18), a ONG Rio de Paz organizou um ato em frente ao Congresso Nacional, em Brasília, para lembrar as mais de 600 mil mortes causadas pela pandemia da Covid-19. Como forma de protesto e homenagem, 600 lenços brancos foram pendurados no gramado. “Quem são os responsáveis por essa tragédia? Onde nós erramos? Não há a mínima dúvida de que o Governo Federal tem que ser responsabilizado pelo ocorrido, porque ele minimizou o poder letal do vírus”, afirmou Antônio Carlos Costa, fundador da ONG.

 

 

Randolfe Rodrigues, vice-presidente da CPI, esteve no ato junto do senador Humberto Costa, demonstrando seu compadecimento.

 

A reunião do dia foi dedicada a ouvir pessoas afetadas pela pandemia, incluindo familiares de vítimas fatais e profissionais da saúde que atuam na linha de frente contra o vírus. Durante a fala dos depoentes, entre relatos emocionados, diversas críticas a atitudes do Governo Federal, principalmente do Presidente Jair Bolsonaro, foram feitas. Houveram também declarações favoráveis à vacinação e cobrança por justiça.

 

“Eu acho que nós merecíamos um pedido de desculpas da maior autoridade do país”, disse Marcio Antonio do Nascimento Silva, taxista que perdeu um filho para a pandemia. O senador Humberto Costa afirmou a Silva que a CPI “não vai decepcionar o país”.

 

Com a CPI da Covid chegando ao fim, o relatório redigido por Renan Calheiros deve ser lido oficialmente na quarta-feira (20), devendo constar o pedido de indiciamento de pelo menos 70 nomes, incluindo o Presidente Jair Bolsonaro.

 

 

 

Por: Igor Silveira, estudante do 2° período de Jornalismo da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!