Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Presidente, por que a Michelle recebeu R$: 89 mil de Queiroz e esposa?
24/08/2020 20:16 em Política

Esta frase tomou o noticiário e as redes sociais no domingo (23). Segundo revelação da revista “Crusoé”, que teve acesso a quebra de sigilo de investigações, Michelle Bolsonaro, mulher do atual presidente Jair Messias Bolsonaro, recebeu cerca de 89 mil reais em depósitos feitos à sua conta por Fabrício Queiroz e Márcia Oliveira Aguiar. Perguntado sobre isso, Bolsonaro respondeu a um repórter: “Minha vontade é encher tua boca com uma porrada”.

A ameaça se deu quando o presidente fazia uma caminhada pela catedral Metropolitana de Brasília. Logo após fazer tais ameaças, o presidente chamou o repórter de “safado”.

A quebra de sigilo bancário revelada pela revista Crusoé revelou que Fabrício Queiroz depositou R$ 72 mil na conta da primeira dama entre os anos de 2011 e 2018. Somados aos R$ 17 mil depositados por Márcia Aguiar já revelados pela Folha de São Paulo, obteve-se o valor de R$ 89 mil depositados na conta de Michelle sem finalidade comprovada.

O presidente já havia em outras ocasiões demonstrado desconforto com o tema. Em dezembro de 2019 ele direcionou a seguinte frase a um repórter que questionou os depósitos de Queiroz à membros de sua família: "Ô rapaz, pergunta pra tua mãe o comprovante que ela deu pro teu pai, tá certo?”

Os ataques à imprensa já são características de bolsonaro. Em fevereiro deste ano, ao comentar sobre a CPMI das Fake News, sobre um relatório de disparos no WhatsApp supostamente feitos ao seu favor durante a campanha eleitoral de 2018, bolsonaro comentou que “Ela queria um furo, ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim” referindo-se a uma repórter.

Em reação à fala de Bolsonaro deste domingo, o PSDB em nota disse que a declaração “desrespeita a liberdade de imprensa” e “não condiz com o cargo”. O presidente da Câmara do Deputados, Rodrigo Maia, afirmou "Espero que o presidente retome o tom mais moderado dos últimos 66 dias. A liberdade de imprensa é um valor inegociável na democracia".

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) divulgou em nota no domingo: “É lamentável que mais uma vez o presidente reaja de forma agressiva e destemperada a uma pergunta de jornalista. Essa atitude em nada contribui para o ambiente democrático e de liberdade de imprensa previstos pela Constituição”.

Ainda sobre o ocorrido, houve uma grande mobilização na rede social “twitter” onde políticos como João Amoêdo (Novo), Paulo Pimenta (PT), Guilherme Boulos (PSOL), Jandira Feghali (PCdoB), Zé Maria (PSTU) entre outras pessoas públicas usaram a frase "Presidente @jairbolsonaro, por que sua esposa Michelle recebeu R$ 89 mil de Fabrício Queiroz?".

Gabriel Andrade Estudante do 2° período de Jornalismo da Universidade Federal de Ouro Preto

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!