Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Covid-19: Casos de reinfecção pelo vírus são identificados pela primeira vez e preocupa cientista no desenvolvimento da vacina.
26/08/2020 21:18 em Bem Estar

26/08/2020 em saúde.

Pacientes são confirmados com contaminação do covid-19 pela segunda vez, porém com a linhagem do vírus diferente da primeira, o que leva a incapacidade do corpo criar anticorpos totalmente contra o novo corona vírus, já que existem mais de uma linhagem da doença.

Já foram confirmados 3 casos de covid-19 por reinfecção, em Hong Kong, Bélgica e na Holanda, nesses pacientes os cientistas isolaram o vírus e identificaram genes diferentes da infecção anterior, podendo assim ser identificado como reinfecção e não apenas que o microrganismo estava alojado no corpo e se manifestou novamente, fato que atrasa o desenvolvimento da vacina já que prova que existe mais de uma linhagem para se criar anticorpos.

Quanto a vacina, cientistas do comitê de Imunização da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) afirmam que vacinas desenvolvidas a partir do RNA menssageiro são mais adaptáveis a um novo tipo de vírus. A vacina que está sendo desenvolvida pela empresa Pfizer é um exemplo de imunizante feito à base de RNA mensageiro, que faz uma molécula entrar na célula ser reconhecida como corpo estranho e produzir reposta imunológica.Já a Corovac, do Instituto Butantan e da empresa chinesa Sinovac Biotech, é feita com o novo coronavírus inativado, e como estão sendo identificadas outras linhagens do vírus a vacina se torna restrita a apenas um tipo da doença.

No Brasil o presidente Jair Bolsonaro propõe a imunização por rebanho, que significa que quanto mais pessoas se contaminarem mais pessoas irão criar anticorpos e assim estarão protegidas contra o novo vírus, essa descoberta da reinfecção torna essa estratégia do líder de governo ineficiente, já que em 1 dos 3 casos apresentaram, já comprovados, a pessoa apresenta sintomas da doença. De acordo com o Ministério da Saúde são 116.580 casos de óbitos pela doença atualmente no Brasil, com isso, não se tem perspectiva de melhora da situação, já que as cidades tendem cada vez mais a ignorar o isolamento social, e aceitar a situação de saúde do país no aguardo da vacina, porém com essa comprovação da possibilidade de reinfecção a realidade de uma vacina eficaz se torna cada vez mais distante.

Karen Almeida Estudante do 1° período de jornalismo da Universidade Federal de Ouro Preto.

 

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!