Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
VAR é o destaque do Brasileirão pelo grande número de interferências nas partidas
02/09/2020 22:00 em Esporte Plural

 

Santos x Flamengo e Botafogo x Internacional trazem as polêmicas da sexta rodada do Campeonato Brasileiro

 

De acordo com uma pesquisa feita pelo "Redação SporTV", o número de paralisações e mudança nas decisões dos árbitros de campo são altas, se comparadas aos campeonatos internacionais. No Campeonato Brasileiro são feitas cerca de seis mudanças por rodada, enquanto fora do país o número é três a cada dez jogos.

 

 

Outra reclamação recorrente é a demora dessas consultas, que duram em média 1 minuto e 30 segundos, ocorrendo entre duas ou três por partida. Isso faz com que, no final, alguns confrontos tenham mais de cem minutos de duração, fato que não estamos acostumados a ver.

 

O VAR está sendo motivo de sucessivas reclamações dos clubes brasileiros, como Santos e Botafogo, por exemplo. No último domingo, 30, no jogo contra o Flamengo, os alvinegros paulistas tiveram dois gols anulados pelo árbitro de vídeo. Em entrevista ao Esporte Interativo, o técnico santista, Cuca, relatou: "Hoje a gente não vibra mais com o gol, vibra com a metade”. No dia anterior, o "Glorioso" já havia sido prejudicado no duelo contra o Internacional, também com dois tentos invalidados pelo VAR.

 

A demora, a indecisão e a indefinição seriam consequência de uma perda da confiança e da autonomia dos árbitros de campo?

 

Segundo Sálvio Spinola, comentarista de arbitragem do Grupo Globo, a justificativa é a queda na qualidade técnica dos árbitros de campo, fazendo com que a utilização do VAR seja mais intensa. Com o isolamento social imposto pelo novo Coronavírus, o distanciamento entre as entidades e os profissionais estão maiores, resultando na crescente desconfiança dos donos do apito dentro do gramado. 

 

 

De acordo com os dados retirados do "Espião Estatístico", houve um aumento de 68% nas paralisações em comparação ao ano passado. Em 54 partidas disputadas, o número passou de 84 para 141 lances em revisão. Deve-se levar em consideração a pausa do futebol no atual período conturbado, mas é fato que muitos times estão sendo prejudicados pelas incertezas dos árbitros de campo.

 

 

                                                              Por: Maria Fernanda Viana, Henrique Chiapini e Ana Júlia Amorim

 

 

 

 

 

COMENTÁRIOS