Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
COMEÇA HOJE O CADASTRO DAS “CHAVES PIX”
05/10/2020 14:32 em Tecnologia

Nesta segunda-feira (05) mais de 670 instituições foram aprovadas pelo Banco Central (BC) a cadastrarem as chaves de segurança do novo modelo de transferências bancárias que chegou às instituições financeiras Brasileiras. O “PIX” promete revolucionar o sistema financeiro do país e facilitar as transações no Brasil.

 

Não será obrigatório a adesão desse modelo, mas o PIX tem atraído a curiosidade de vários consumidores. A liberação do BC para as operações será feita no mês que vem, porém o órgão já deu o aval para ainda neste mês, os bancos realizarem o cadastro das chaves, com o intuito de gerar concorrência, dando aos bancos tempo prévio para o esclarecimento de dúvidas dos clientes.

 

O usuário poderá cadastrar algum dado pessoal para fazer a confirmação dos pagamentos ou transferências, podendo ser:

 

       Número de CPF/CNPJ.

       Número de telefone celular.

       Endereço de e-mail.

       EVP (solicitado pelo usuário e fornecido pelo BC para a geração de QR code).

 

Desta forma, os clientes não poderão cadastrar as mesmas chaves para instituições bancárias diferentes, devendo por exemplo cadastrar o CPF para um banco e o e-mail para outro.

 

Segundo a assessoria do Banco Central, não será necessário ter uma chave cadastrada para receber transferências via PIX, mas alerta que o cadastro da chave é fundamental para a segurança da transação. A assessoria alerta também para atrasos caso o destino não tenha uma chave cadastrada, podendo anular a vantagem do sistema.

 

A segurança do sistema é algo que ainda levanta dúvidas dos consumidores, a empresa de cibersegurança Kaspersky, identificou envios em massa de e-mail convidando consumidores a fornecerem dados para um cadastramento, dados que segundo a empresa seriam usados posteriormente para fazer transações fraudulentas. “O e-mail que identificamos usava o nome de um banco popular e trazia um link para que o usuário fizesse o cadastro na conta Pis. O link em questão era direcionado a um site falso que simulava o banco e pedia que a vítima inserisse a sua senha bancária, além do número do celular e do CPF, que serão usados como chaves de identificação dentro do Pix”, disse Fabio Assolini, o analista de cibersegurança da Kaspersky.

 

 Para prevenir esses ataques, o BC anunciou um limite de valores em horários e datas não comerciais. Segundo o Banco, a estratégia é que entre 20h e 6h, o limite do PIX seja o mesmo do limite de compra, do cartão de crédito ou débito, já disponibilizado ao cliente.

 

Para realizar o cadastro das chaves, basta acessar os meios digitais oficiais dos bancos e disponibilizar os dados desejados à instituição em questão.

 

Gabriel Andrade, estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Ouro Preto.

COMENTÁRIOS