Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
BOLSONARO DÁ POSSE PARA QUEIROGA APÓS PRESSÃO DO CENTRÃO
26/03/2021 14:10 em Política

O presidente Jair Bolsonaro dá posse nesta terça-feira (23) para Marcelo Queiroga como de ministro da saúde, em uma cerimônia discreta no Palácio do Planalto, a decisão ainda não foi publicada no Diário Oficial da União.

A decisão foi tomada após pressão do Centrão, no início da semana passada, integrantes do bloco centrão começaram a pedir uma nova indicação. A cerimônia de nomeação não constava na agenda oficial de compromissos do presidente e ocorreu no gabinete do Presidente da República, sem convidados.

A nomeação deverá ser confirmada pelo Diário Oficial da União (DOU), que também afirmará a exoneração do atual ministro, Eduardo Pazuello. A posse gerou estranhamento entre algumas pessoas, pois ocorreu antes de ser divulgado pelo DOU, o que não é comum.

A decisão de uma cerimônia reserva não foi bem avaliada por governadores, principalmente a base militar. Para eles, Bolsonaro devia ter utilizado o momento para mudar sua postura e do governo federal em relação a crise de saúde que o Brasil enfrenta.

O médico cardiologista, Queiroga, substituirá Pazuello em um momento difícil de pandemia, com os números de mortos e infectados aumentando cada vez mais. Queiroga foi indicado no dia 15, a posse demorou para acontecer, pois o médico precisava se desvincular de uma clínica na qual era sócio. A demora gerou diversas críticas.

Marcelo Queiroga é o quarto ministro da saúde a ser oficializado em meio a pandemia que começou em março de 2020.

O posto já foi ocupado por Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), Nelson Teich, que se exonerou e o mais recente, Eduardo Pazuello.

O general Eduardo Pazuello deverá ser transferido para chefiar o PPI (Programa de Parcerias e Investimentos) o DOU, trata sobre a transferência e oficializará caso ocorra de fato.

 

Daisy Silva, graduanda do segundo período pela Universidade Federal de Ouro Preto.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!